segunda-feira, 23 de setembro de 2013

{Resenha} Corações Feridos - Louisa Reid.

Autor: Louisa Reid
Páginas: 256
Ano: 2013
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630441

Sinopse: Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?



Quando ouvi falar a respeito do livro, fiquei seriamente na dúvida se deveria me arriscar a ler a história, já que estou em um momento da minha vida que, menos dramas, melhor. Mais sabe quando uma coisa fica martelando na sua cabeça e não tem jeito? Você tem que fazer! Então, quando tive o livro em mãos, não perdi tempo, me joguei de cabeça nessa cativante história.

Hephzi e Rebecca são irmãs gêmeas, só que isso não significa muita coisa, já que as duas são completamente diferente, no jeito e de ser e até na aparência, já que Rebecca não teve tanta sorte em vir ao mundo, nasceu com uma deformidade no rosto chamado "Treacher Collins". Enquanto Hephzi é uma pessoa totalmente popular e destemida, Rebecca é o patinho feio que não tem amigos e se esconde na biblioteca.

Sendo filhas de um Pastor, qualquer um pensam que as duas tem uma vida normal e feliz. Mais só elas sabem o que acontecem quando as portas de casa se fecham. É uma constante agressão verbal e corporal, são feitas de escravas, e nunca tem direito a nada. Por serem religiosos fanáticos, a vida das gêmeas é uma verdadeira opressão. Então tudo tem que ser escondido dos pais no máximo de cuidado.

Hephzi estava cansada da vida que levava, então fez de tudo pra poder sair de casa, mais isso levou à sua morte, e somente sua irmã Rebecca sabe o verdadeiro motivo de seu falecimento. A história é narrada no passado e presente. Passado pelo ponto de vista de Hephzi enquanto ela era viva, e no presente é narrado pela Rebecca que tem passado maus momentos depois que Hephzi faleceu.

Passei por um turbilhão de emoções lendo esse livro, tinha horas que sentia ódio e nojo de seus pais, e tinha momentos que sentia uma compaixão tão grande pela Rebecca e ficava pensando que não era justo uma pessoa tão maravilhosa como ela, poderia ser tão maltratada por sua própria família. Chorava pelo fato da Rebecca ter perdido uma pessoa tão importante, que era sua vó, a única a que fazia se sentir especial no mundo. Torci muitas vezes pela Rebecca ter voz ativa e tomar uma decisão, mudar sua vida, mais entendia todo o medo que ela sentia. Sabe, as vezes não é fácil tomar decisões.

Quem for ler essa história maravilhosa, aconselho estar com o psicológico preparado. É um livro bastante intenso, e o que me transmitiu é que não podemos sofrer para sempre, vai ter uma hora que tudo que vivemos servirá de experiência e no futuro encontraremos a felicidade.

4 comentários:

  1. Adorei sua resenha, o enredo desse livro é bem interessante
    é um livro que adoraria ler! *-*
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir